martedì 13 agosto 2013

Ola meus queridos, estou começando uma nova faze de publicações neste blog. A partir de agora estarei me dedicando a condividir com vocês um pouco da minha experiência cristã. Até aqui tenho sido referencia no mundo da música. Depois que gravei o CD "o sentido da vida" e o "Marcas de um tempo" se passaram muitos anos e eu comecei a colher depoimentos falando de como Deus me usou pra influenciar a vida de centenas de pessoas, quer seja na inspiração musical, vocal como na inspiração espiritual através das letras dos CD,s e das apresentações da banda onde de alguma forma pudemos contribuir levando palavra de Deus. Gostaria de hoje poder continuar a influenciar a tua vida, através de ensinamentos bíblicos. 

A minha linguagem agora é outra, não mais a música, e o meu objetivo é completamente diferente. Vou começar a escrever tudo o que eu aprendi nos meus últimos anos, sobretudo os anos vivido na Itália. 

Bom. eu me converti no ano de 1986 numa comunidade chamada "Igreja Missionaria" em Foz do Iguaçu. 
Tenho percorrido por este caminho até aqui. Antigamente, no meu período de infância, quando eu acompanhava a minha mãe à igreja (o Brasil para Cristo) por volta dos anos 80, me lembro que eles cantavam hinos da harpa cristã ou do hinário e alguns corinhos bem animados. O louvor era uma parte da cerimônia. Nada a ver com os louvores de hoje e me lembro que o evangelho da cruz era pregado com mais ênfase na palavra da cruz e não baseado em filosofias, estudo da mente e mensagens motivacionais.

Depois que voltei a seguir o caminho em 86 passei a estudar a palavra de Deus com muita cede. Comecei a ler não somente a bíblia mas a devorar os livros bíblicos também. Procurei fazer dezenas de cursos. Quando me mudei pra Camboriú SC, estive congregando na igreja vida nova onde me aprofundei mais nos estudos da palavra de Deus. Fiz o encontro, reencontro, encontro de raízes e escola de líderes. Me tornei um líder de célula. e no mesmo período fui professor em uma turma da escola de líderes em B.Camboriú. Logo fui convidado com minha esposa a fazer o curso de pastor e evangelista juntamente com outros casais da igreja. Neste lugar eu estive por quase sei anos, onde graças a Deus eu tive a oportunidade de crescer muito no ministério. Tive a oportunidade de pregar no culto de jovens e trazer algumas ministrações nos encontros onde eu trabalhei como cooperador.

Em fevereiro de 2004 eu tomei uma decisão que iria mudar a história da minha vida. Foi quando eu decolei para uma viagem rumo a Itália. aquele lugar eu me posicionei praticamente como missionário. estive já no primeiro mês tomando a responsabilidade do grupo de louvor da igreja "Quadrangolare di Milano" foi um período maravilhoso onde pude aprender e ensinar. Logo depois comecei a cooperar com a igreja "Batista Rinovata" estivemos ali por algum tempo trabalhando no louvor e em outras áreas também. Mais tarde passei a ajudar uma igreja de latinos. Formamos ali um grupo de louvor e estruturamos o som da igreja. Os cultos eram ministrados em espanhol. Foi muito legal ministrar e cantar em espanhol e italiano. Depois de quase três anos de Itália o Senhor nos levou pra um lugar onde seria a nossa última parada na Itália.

Através da banda altripercorsi (onde fui vocalista por quase 2 anos) conheci o Massimo Morandi, pastor e fundador da igreja "La Parola dela Fede". Logo que fiz a primeira visita, eu e minha esposa nos encantamos com a atmosfera de amor e acolhimento dos irmãos. Estive com eles até metade de 2010, período em que retornamos ao Brasil.

Este capítulo da minha vida eu quero enfatizar um pouco mais. Ter conhecido o pastor Massimo Morandi, pra mim foi um divisor de águas. foi uma das experiências mais marcante na minha vida. Em três anos que estivemos ali, sendo discipulado por ele, foi tão marcante que mudou completamente a nossa vida. Já com a cabeça longe do estilo de ser da igreja brasileira; estava começando a ver a coisa toda com outros olhos. A palavra de Deus estava abrindo o minha mente em relação a dezenas de ensinamentos e comportamentos estranhos praticados no contesto de igreja aqui no Brasil. Pude ver, que aqui, a grande maioria das igrejas perderam o foco completamente, importaram dezenas e dezenas de ensinamentos trazidos por pregadores e evangelistas americanos e de outras nações. Clichês, visões, modo de orar, modo de combater espiritualmente, modo de pregar nos púlpitos e por aí vai. Milhares de músicas foram lançadas e milhares de livros publicados trazendo uma enormidade de heresias brancas. Parecem grandes verdade mas no fundo são somente falsos ensinamentos. Centenas de falsos pastores se levantaram nestes últimos anos aqui no Brasil especialmente com a única finalidade de criar grandes catedrais e levantar uma fortuna. Só pensam em lucrar com a fé dos fieis. Na mentes dos pastores, hoje quando se fala em evangelismo, só pra citar um exemplo; não é mais o amor que arde nos corações pelas almas perdidas, o que moveu o apostolo Paulo a dedicar uma vida inteira de peregrinações, perseguições apedrejamento, prisões, naufrágio etc. O que move o evangelismo hoje na maioria das vezes é a necessidade de encher os bancos vazios da igreja. A loucura frenética por encher grandes templos. O desespero em ver o crescimento em número. Esse é o objetivo do crescimento da igreja hoje; NÚMEROS. Se ligamos a televisão pra assistir um programa dedicado a palavra de Deus, o que encontramos; mais da metade do programa ouvindo todas as possibilidade de contribuir com o programa, depois vem o sensacionalismo, charlatanismo, brigas de pastores contra pastores e políticos por aí a fora. Isso só pra citar as coisas mais gritantes.

Voltando a falar das experiências que eu vivi nos meus últimos três anos de Milão, quero dizer que a coisa que me chamou mais a atenção no pastor Massimo Morandi foi a sua paixão pela palavra de Deus. Ele estudou teologia na Inglaterra, na mesma escola onde estudou o evangelista Reinald Bonnke.  Dou graças ao meu bom Deus que me permitiu fazer esta escola com uma pessoa tão apaixonada pela palavra de Deus como foi o Massimo.

A partir de agora vou começar a falar sobre cada uma das coisas que eu aprendi nestes últimos anos.

Quero falar em primeiro lugar sobre um dos responsáveis por trazer centenas de heresias pra dentro das igrejas. Estou falando dos "Livros evangélicos"
Eu fui uma pessoa que devorava os livros. Estudava uma série de livros do mesmo autor. Lia muito. passei mais de dez anos me afundando na leitura destes livros. Confesso que pedi muito tempo e enchi a minha cabeça com tanta confusão. Depois passei outros vários anos estudando a palavra de Deus e aos poucos tentando corrigir o estrago feito pelos livros. Calma!!! não estou falando um absurdo não! vamos refletir juntos.

...Um dia em algum lugas do mundo, uma pessoa tem uma grande ideia, ou visão. Rapidamente começa a escrever, publica um livro e em pouco tempo o mundo inteiro começa a ler o seu livro. Alguns pastores empolgados com a leitura decidem ensinar nos púlpitos e nas escolas bíblicas sobre aquele visão ou sobre a grande sacada que o autor do livro teve. Alguns cantores, visto que o assunto já está sendo aceito normalmente dentro das igrejas, começam a compor canções sobre o tema e aos poucos aquele pensamento que começou na cabeça de um homem em algum lugar, passa a ser disseminado, digerido e aceito em quase todas as igrejas especialmente no Brasil. Sabe por que? isto é fato. O brasileiro tem preguiça de pensar, não gosta muito de estudar. prefere ler e pegar a coisa pronta, do que examinar as escritura por si só.  Eu também pensava assim. Queria ler porque assim eu não tinha que ficar meditando pra aprender algo novo de Deus, resultado: Enchi a minha cabeça de lixo, criei uma confusão tremenda. Levei muitos anos pra entender que aquilo tudo tinha pouco a ver com a palavra de Deus.
posso ser sincero? ta cheio de escritor, ou melhor, durante os últimos vinte anos, se multiplicaram os escritores que escreveram coias absurdas e que foram aceitas tranquilamente por milhares de pessoas. Falo de clichês, frases de efeito, e até interpretação de alguns conceito bíblicos. Vamos voltar a ler a palavra de Deus, vamos cultivar a paixão, o amor, o ardente desejo de se alimentar de fonte que realmente edifica. A palavra de Deus é viva, ela é poderosa pra transformar a nossa vida, pra gerar o arrependimento genuíno, pra gerar fé em nossos corações. A palavra de Deus é a cura para o nosso lares, é a água que limpa a nossa alma. É a direção de Deus para as nossas vidas. Não ha necessidade de buscar em outro lugar, em outra leitura. Busque diretamente na fonte de água viva.

Um dos planos diabólicos para neutralizar o avanço da igreja foi usar a falsa ideia de que tudo estava bem. As perseguições acabaram. Lentamente um outro evangelho ia sendo ensinado e aceito pela igreja de Cristo. As pessoas iam se acostumando e se moldando ao novo evangelho, sem guerra, sem oposição e sem perseguição. Pouco a pouco aquela igreja poderosa e cheia do Espírito Santo ia se enfraquecendo e aos poucos foram surgindo mais e mais heresias até chegar a apostasia completa da igreja. Um período negro onde a grande maioria das pessoas eram opressas e escravas do catolicismo. Mesmo assim havia um remanescente de fieis que não se dobraram aos dogmas da igreja atual.
Hoje nós estamos vivendo a mesma situação. A igreja de Cristo se levantou novamente depois da reforma e das perseguições que começaram no século XV dC. Estava crescendo lentamente, mas de forma sadia. Até que o inimigo começou a colocar em prática seu velho plano. O objetivo era enfraquecer a igreja só que desta vez o seu plano seria mais difícil de ser detectado.
O seu plano maléfico que está em pleno desenvolvimento trazendo novamente um tempo de apostasia sobre as igrejas do mundo inteiro consiste em tirar a palavra de Deus dos púlpitos, das igrejas, dos ensinos bíblicos, das famílias e de cada indivíduo.  As músicas pouco a pouco foram divulgando outros evangelhos. Os pastores foram importando mensagens e ensinamentos de outros lugares. Trazendo esta ou aquela visão que segundo eles iria revolucionar a história da igreja atual. Centenas de livros, músicas e mensagem foram escritas contendo heresias tão sutis que foram enganando até mesmo pastores e líderes bem intencionados. Isto me lembra o que a palavra diz: ("Porque se levantarão falsos cristos, e falsos profetas, e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos."  (Marcos 13 : 22).
A bíblia nos adverte: "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema."  (Gálatas 1 : 8)
Qual era o evangelho pregado pelos discípulos em atos dos apóstolos? "Em quem também vós estais depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa."  (Efésios 1 : 13) "Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos."  (I Coríntios 1 : 23)
Qual foi a mensagem que Pedro pregou na casa de Cornélio? que trouxe um mover poderoso e todos foram cheios com o Espírito Santo mesmo antes que ele terminasse de pregar? Atos 10:44, 11:15
Ele começa o seu discurso apresentando a Jesus como o verbo, (O Senhor de todos) aquele que veio por toda a Judeia começando pela Galiléia.
Fala da unção com que Jesus Cristo foi batizado (O Espírito Santo)
Dá testemunho das obras de Jesus dizendo que ele andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo.
Declara que Deus era com Ele.
Fala da morte e da ressurreição de Jesus
Fala da grande comissão declarando que Jesus se manifestou a eles e os mandou a pregar o evangelho do reino.
Os mandou a testificar que Jesus é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos.
Fala que os que creem no seu nome receberam perdão dos pecados

Lendo com atenção em atos dos apóstolos podemos verificar que o centro da mensagem pregada pelos discípulos era:
               
1.       Ouvi a palavra de Deus (aceitar e praticar a palavra de Deus)
2.       Arrependei-vos (arrependimento e novo nascimento)
3.       Cristo crucificado e ressurreto
4.       Recebei o batismo no Espírito Santo. (todos eram cheios com Espírito Santo.)

Quando Jesus foi assunto aos céus, veio logo o derramamento do Espírito santo. Então os discípulos começaram a pregar o evangelho do reino. Eles estavam com seus corações cheios da chama do Espírito e com uma paixão pela palavra de Deus que queimava em seu interior. Não pregavam outra coisa senão a Jesus crucificados e ressurreto, o nascimento, vida e obra de Jesus durante o seu tempo aqui na terra, o arrependimento pelos pecados, mudança de vida, novo nascimento e vida eterna com Cristo. Eles estavam determinados em continuar a obra de Jesus, sendo testemunhas do seu ministério. Pregavam a palavra a tempo e fora de tempo.
Mesmo havendo perseguição por parte dos fariseus e dos opositores do caminho, a igreja avançava de forma assustadora. Nada podia deter o avanço da igreja, isso explica o episódio de (Ananias e Safira)
Tendo em base o parâmetro da igreja de hoje em relação a santificação parece um tremendo exagero o que aconteceu com aquele casal. Afinal o terreno era deles, tranquilamente o casal poderia ter vendido e oferecido parte do dinheiro arrecadado como oferta a igreja. Além disso eles não mentiram conscientemente ao Espírito Santo, eles omitiram a verdade aos discípulos. Vendo do ponto de vista dos nossos tempos não haveria problema nenhum os discípulos aceitarem a oferta alçada da parte deles. Mas do ponto de vista do nível espiritual que estava pairando naquele momento sobre a igreja, do ponto de vista do zelo do Espírito Santo pela obra de Cristo que estava em ascensão sobrenatural e do ponto de vista da importância de se manter a santificação no meio da igreja foi correta a ação do Espírito Santo removendo o pecado pela raiz. Alem de preservar o crescimento e a unção da igreja trouxe também um temor muito grande sobre todos os cristãos que ficaram sabendo.
Dentro desta atmosfera de santificação e pregação da GENUINA palavra de Deus é normal entender o imensurável poder que acompanhava a igreja dos primeiros cristãos. A palavra de era seguida de um resultado incrível de conversões e pessoas sendo batizadas com o Espírito Santo. Um poder sobrenatural emanava da palavra de Deus.

"Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa."  (Efésios 1 : 13) 

"E, quando comecei a falar, caiu sobre eles o Espírito Santo, como também sobre nós ao princípio."  (Atos 11 : 15)

"E, dizendo Pedro ainda estas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra."  (Atos 10 : 44)
Vemos claramente que a combinação da pregação genuína da palavra de Deus e uma vida consagrada e cheia do Espírito Santo gera uma unção sobrenatural de fato, não essa unção sobrenatural que a gente vê sendo por aí.
O batismo com o Espírito Santo era vital na vida de todos os cristãos, principalmente na vida dos pregadores da palavra de Deus. Era praticamente a primeira coisa que acontecia após a conversão. A palavra de Deus gerava fé não só pra salvação, mas a fé para ser batizado com o Espírito santo. Alguns eram batizados pela imposição das mãos enquanto que outros simplesmente enquanto ouviam a palavra de Deus.
O falar em línguas e o profetizar eram algo comum a todos que eram batizados com o Espírito Santo. Hoje, porém nós ensinamos as pessoas a falar em línguas, dizemos que elas simplesmente precisam abrir a sua boca e começar a falar. Ai então as pessoas começam a balbuciar algumas palavras que parece ser uma língua estranha e vão se acostumando aos poucos até achar que foram realmente batizadas com o Espírito Santo.
O problema é que as mesmas pessoas que se dizem serem batizadas com o Espírito Santo, as mesmas que profetizam e falam em outras línguas não tem uma conduta condizente ao seu novo estado de vida espiritual. Não conseguem manter aquele “nível de unção”, com o tempo volta a dar mau testemunho e alguns até se desviam do evangelho. Muitos que entre aspas foram batizados com o Espírito Santo depois de algum tempo fizeram coisas que nem mesmo cidadãos comuns da sociedade teriam coragem de fazer. Alguns se separaram, adulteraram, roubaram da igreja ou fizeram coisas piores.
Uma das características do batismo do Espírito Santo além do falar em língua e o de profetizar é a mudança completa na maneira de agir, de pensar, de viver a vida espiritual. A pessoa passa a não viver mais pra ela mesma, mas viver pra Deus somente, passa a ter uma paixão sobrenatural pelas coisas Deus e pela sua palavra, passa a depender do Espírito santo vinte quatro horas por dia, é guiada pelo Espírito Santo, vive em Espírito, anda em Espírito,
Uma pessoa batizada pelo Espírito Santo demonstra pela prática o uso de alguns dos dons espirituais. Tem discernimento espiritual e evidencia os frutos do Espírito Santo que é amor, gozo, paz, longanimidade, temperança, zelo pelas coisas do Senhor, domínio próprio entre outros.
Uma pessoa cheia do Espírito Santo quando fala da palavra de Deus, alguma coisa acontece. O Espírito se move poderosamente enquanto ele ora ou prega trazendo conversões, curas, libertação de cadeias e novidade de vida. O Espírito Santo tem compromisso com o verdadeiro homem de Deus que realmente nasceu de novo, foi batizado pelo Espírito Santo e vive uma vida de acordo com a palavra de Deus.
Quando um homem recebe o batismo com o Espírito Santo, a sua vida nunca mais é a mesma. Quando pecar será como ter tropeçado em alguma coisa, não uma prática constante. Pelos seus frutos o conhecereis. Mas atenção, não é porque a célula dele está cheia, ou porque ele levou várias pessoas pra igreja, ou porque ele é um grande ganhador de almas. As vezes isso tem relação com o talento de evangelista, com o carisma da pessoa, da mesma forma que alguém é muito hábil em levar pessoas para a sua rede de trabalho multi nível. Tem muita gente talentosa em convencer as pessoas a fazerem partes do seu time, rede sociais ou até mesmo fazer parte da sua igreja, mas isso não quer dizer que aquela pessoa entrou e se envolveu de fato com Deus.
Quando falamos de fruto no sentido de ganhar vidas pra Deus, falamos daquela pessoa que orou por alguém, que foi um grande exemplo de vida para esse alguém, falou pra ele da palavra de Deus, que o conduziu até a comunhão com a igreja e depois o ajudou a permanecer firme no caminho ensinando, orando com ele e estando ao seu lado sempre que for necessário.
Mas isso não é o padrão que vemos hoje para alguém que se diz se cheio do Espírito Santo. Alguém que se diz ter sido batizado com o Espírito Santo.
Hoje é tudo uma ilusão completa do que deveria ser o mover do Espírito Santo. È uma ilusão de ótica. Como quando uma pessoa está olhando para um objeto que aos poucos vai sendo retirado e simultaneamente colocado outro parecido no seu lugar. O objeto está ali na sua frente, parece ser real, você pode até toca-lo, mas é só uma ilusão. Uma cópia quase perfeita do original trocada como que num passe de mágica.
O truque foi necessário, pois retirando a palavra de Deus da sena cristã, o poder do evangelho iria ficar cada vez mais fraco ao ponto de não surtir mais nenhum efeito sobre a vida dos atuais “evangélicos” modernos.
Pensa, como explicar a total inércia do poder de Deus nas igrejas dos nossos dias? Bom, um crescimento gigantesco e prematuro das igrejas evangélicas no mundo todo traria uma falsa ideia de que estamos em pleno avivamento. Temos uma igreja em cada esquina. Não sei porque isso me traz um certo desconforto. Morando na Europa eu aprendi que lá os poucos cristãos convertidos, vivem um crescimento extremamente lento numericamente falando, de baixo de extremas provações e até perseguições.  Mas cada um destes cíngulos cristãos são verdadeiras testemunhas de Cristo. Poucos cristãos, mas genuínos.
Outra ilusão de ótica que temos visto em nossos dias é o milagre da “cura”
Há uma desesperada necessidade de mostrar milagres dentro das igrejas, especialmente em programas sensacionalistas de televisão. A técnica usada é “a manipulação emocional”. É muito comum na TV, as pessoas ficam ouvindo tantos testemunhos de curas e outros milagres que elas começam a acreditar que foram curadas também. Declaram que foram curadas, saem contando testemunho da cura mas algum tempo depois a doença ou o problema volta. Bom, a maioria das pessoas não querem mais falar nisso e aos poucos vão perdendo a fé. Não só perdem a fé para serem curados novamente como também a fé para salvação. Centenas de pessoas depois de passarem por essa experiência perderam completamente a fé em Deus e nunca mais entraram em uma igreja. Foram vacinadas
A essa altura, antes de continuar expondo outros tipos de ilusões que vem enganando o povo de Deus, é importante citar que eu acredito sim, tanto no crescimento da igreja como na cura divina. Creio que a igreja de Cristo vem crescendo como o trigo no meio do joio, creio que milhares de pessoas foram curadas pelo poder de Deus e creio também que estão acontecendo verdadeiros milagres operados pelo poder de Deus em vários cantos da terra. Não sou cético quanto ao sobrenatural de Deus. Mas estou com os meus olhos bem aberto em relação a todos os tipos de ilusões (evangélicas)
Tenho assistido a programas evangélicos sensacionalistas que são motivos de escândalos. Exibições de superpoderes, sopros sobrenaturais e muitas outras coisas que demonstram o desespero de alguns líderes em demonstrar coisas que Deus realmente não está fazendo. Tentam demonstrar unção através de falsas curas e falsos moveres. Pra um ingênuo espectador tudo pode parecer normalíssimo. Mas a bíblia já nos advertiu, que seria assim.
Tanto estes moveres falsos como as demais que ainda eu não citei podem ser considerado como “Outro evangelho” e a palavra de Deus nos alertou que não déssemos ouvidos a quem trouxesse outro evangelho que não fosse Cristo crucificado e ressurreto. Deveria ser considerado anátema.
Algo muito comum tem acontecido a anos dentro de algumas igrejas. Um tipo de mover que começou em outros países. Aos poucos foram adotados nas igrejas brasileiras. Uma simulação de unção manifestada especialmente durante o louvor e depois da pregação. Ele tem aparecido de diversas formas. Pessoas começam a se chacoalhar, balbuciar algumas palavras que podem ser confundidas com língua estranha. Outras começam a rir descontroladamente, outras simplesmente caem pra traz, a maioria já sabe que tem alguém pra apoiar. É claro que nem todos os casos são a nível da alma. Pode haver algumas pessoas rindo em espírito ou cair debaixo de uma unção extrema. Mas na grande maioria isto não passa do nível da alma. Não estou apresentando nenhuma situação nova. Isto hoje no Brasil é bem difundido porém deve ser compreendido que muito pouco tem a ver com a operação do Espírito Santo. Similar a estas, podem ser vistas muitas outras formas de manifestações entre aspas espiritualmente. Parece espiritual, mas na sua grande maioria é simplesmente uma manifestação das emoções através da alma.
O maior milagre de todos não é comemorado com tanta ênfase nas nossas igrejas que é a CONVERSÃO DE UM PECADOR. O NOVO NASCIMENTO. A TRANSFORMAÇÃO DE UMA SEMENTE PECAMINOSA EM UMA SEMENTE SANTA. A MUDANÇA DA MENTE DO HOMEM NA MENTE DE CRISTO.
Estes são os verdadeiros milagres, aqui está a maior unção, o arrependimento, perdão dos pecados e a vida eterna.
Há outra coisa que podemos citar como sendo “outro evangelho” Um evangelho anunciado a mais de vinte anos. Algo que tem enchido as igrejas e ao mesmo tempo tem endurecido os corações de milhares de pessoas. Denominado, adorado e odiado por uma multidão de pregadores. O evangelho da prosperidade.
Esse evangelho tem atraído multidões de pessoas necessitadas, mas também pessoas ansiosas por coisas materiais. É anunciado nos púlpitos tudo o que você precisa fazer para alcançar prosperidade. A partir daí, tudo gira em função do homem. Tudo para a sua vida abundante na terra. A bíblia é citada sempre. O evangelho do Eu, pra mim, comigo. O evangelho pra quem quer criar raízes, se apegar nas coisas terrenas, focar neste mundo não como sendo peregrino, mas como quem quer ficar e aproveitar o máximo do que a vida pode oferecer. Tudo tem base bíblica e aparência de genuíno. Mas com o passar do tempo a mensagem da cruz vai sendo colocada de lado e passamos a pregar coisas que vão auxiliar o homem a crescer financeiramente, motiva-lo a abrir uma empresa, comprar uma casa, se casar, comprar um carro se formar etc. Coisas perfeitamente necessárias aos seres humanos. Mas são mensagens motivacionais, mensagens que encontramos na internet sendo pregadas por pessoas que não deram as suas vidas a Jesus. Mensagem motivacional não salva ninguém, não gera fé, não move o Espírito Santo. Pode ser ensinada ou até mesmo em uma pregação num retiro ou num jantar etc. mas quando isso se torna rotina nos púlpitos das igrejas, o poder de Deus vai sendo colocado de lado, as pessoas vão se esfriando. A fé vai desaparecendo. Não é a toa que hoje em dia a maioria dos crentes já não acreditam mais em nada. Vão pra igreja, ofertam, adoram e ouvem a palavra mas no seu interior não conseguem crer. A genuína palavra de Deus é que gera fé conversão verdadeira, arrependimento, novo nascimento, mudança de vida, batismo com o Espírito Santo etc. Vamos hoje para as igrejas pra ouvir a força e eficácia da mente. Como usar a mente pra melhorar o meu estado emocional, pra ganhar as minhas batalhas, pra conquistar a minha independência financeira e por aí vai.
Interessante é que a primeira coisa que se faz é abrir a palavra de Deus. Se lê um texto e logo foge completamente pro campo da mente, emoções e da alma.
O inimigo estrategista tem usado de diversas formas pra tirar o poder do evangelho. Um tempo atrás ele usou o “usos e costumes” Fez milhares de pessoas ficarem brigando entre si. Se acusando, se maltratando. Não pode isto, não pode aquilo. Quantas centenas de pessoas excluídas das suas igrejas porque infringiram as normas impostas pelos seus líderes. Com o tempo nós aprendemos a lidar com isso daí ele veio com algo mais poderoso ainda. “Preguem outro evangelho” “retirem o poder que emana do Espírito Santo através da pregação da mensagem da cruz” “Parem de falar da volta de Jesus, parem de falar de arrependimento, perdão dos pecados, salvação, mudança de vida, OBEDIENCIA. “Falem de vocês” “gastem tempo ensinando as pessoas se tornarem ambiciosas”. “Ensinem os crentes a se conformarem com este cristianismo medíocre” “Vivam de aparência”
Não creio que todos os líderes são charlatões, falsos mestres ou hipócritas. Creio que tem o joio crescendo no meio do trigo, pessoas que usam a fé pra tirar proveito financeiro, mas creio também que muitos pastores e líderes sinceros estão vivendo um evangelho diluído e ensinando este evangelho não porque são maus, mas porque infelizmente deixaram ser levados por um outro evangelho. Foram caindo aos poucos. Outros já foram sendo forjado pra serem assim, foram ensinados, aprenderem e estão fazendo outros discípulos passando avante o evangelho omitindo o poder da palavra de Deus.
Também não estou dizendo que a palavra foi retirada completamente. Não é verdade. O que está acontecendo é que uma porção muito grande da palavra de Deus deu lugar a mensagens motivacionais. Uma outra porção deu lugar a outros evangelhos que não levam a lugar algum, como o evangelho da prosperidade. Em algumas igrejas o líder está tão acostumado a pregar outras coisas que ele nem sente, não percebe que não fala mais das coisas genuinamente importante para a fé das pessoas.
O povo precisa ouvir palavras que fortaleçam a sua fé, que renove o pacto com Deus, que o ajude na caminhada para a obediência, que abra os seus olhos espirituais, que o leve ao arrependimento genuíno, que o leve ao novo nascimento e o batismo com o Espírito Santo.
Pensem quantas pessoas já não tiveram as seguintes experiências:
Você está sentado ouvindo a palavra de Deus e a medida em que o pastor vai falando, você sente no seu interior a voz do Espírito Santo falando. Muitas vezes Ele te fala a respeito da tua vida fora da igreja, de como você precisa tomar uma atitude em relação ao pecado, em relação a sua postura espiritual. Você ouve a mensagem que o pastor cheio do Espírito Santo está pregando, mas enquanto isso ele vai ministrando no teu coração. Você sai daquele culto renovado, desejando buscar ao Senhor com mais intensidade, desejando ler mais a palavra de Deus.
Outras vezes enquanto você está ouvindo a palavra de Deus fica quase impossível conter o desejo de glorificar a Deus, você não consegue ficar parado, abre os lábios e começa a dar glórias a Deus, as vezes você sente uma alegria que não sabe explicar por que. As vezes sente vontade de chorar.
Ouvimos falar de casos em que as pessoas enquanto ouviam a palavra de Deus sobre arrependimento, e o julgamento de Deus. As pessoas começavam a sentir uma sensação tão profunda de arrependimento como se elas estivessem diante do trono branco.  Elas começavam a se arrastar pra frente onde estava o púlpito e clamavam por misericórdia. Havia uma unção tão grande durante a pregação da palavra de Deus que trazia um temor sobrenatural tão grande nas pessoas que produzia arrependimento, outros eram batizados com o Espírito Santo, outros curados. Na primeira pregação de Pedro mais de três mil almas se converteram a Deus. Isso é unção, isso é avivamento, isso é mover do Espírito.
Há algo muito interessante que creio seja o momento certo de falar. De alguns anos pra cá, ou melhor; depois que o evangelho se modernizou, a pouco mais de vinte anos nós começamos a dar ardem ao Espírito Santo.
Espírito Santo vem neste lugar, enche este lugar, trabalha no meio do teu povo, move-te Espírito Santo, traz uma unção poderosa no meio do teu povo. Faz Espírito Santo, derrama da tua unção em nosso meio, vem Espírito sopra sobre cada vida que está aqui.
Isso tudo é muito lindo, tem aparência de muito espiritual, mas quem disse que deveríamos orar assim.
Em primeiro lugar o Espírito Santo, sabe quando se mover, sabe como e onde. Ele age sempre sem que nenhum homem deva dar algum tipo de ordem. É muito mais fácil o homem se esquecer ou desinteressar do mover espiritual que o próprio Espírito Santo. Onde há a genuína palavra, lá Ele está, onde há um pregador ou evangelista pregando a palavra do reino, a palavra da salvação, lá está o Espírito Santo agindo, falando, batizando, ensinando, trazendo arrependimento, fé para salvação, cura se for realmente necessário e muitas outras coisas. Se for necessário ele intervém nas nossas decisões, nos impede de falar algo, ir em algum lugar ou fazer certas coisas que Ele sabe muito bem que não vai contribuir com o crescimento da igreja de Cristo. Ele sonda os corações, conhece o nosso interior.
Outra coisa completamente desnecessário e fora dos padrões da palavra de Deus é o costume que hoje quase todos os cristãos modernos tem de se dirigir diretamente ao Espírito Santo. Repasse novamente todos os livros do novo testamente e procure uma única frase onde um discípulo ou mesmo Jesus esteja falando diretamente ao Espírito Santo. Não vamos confundir comunhão com o Espírito Santo com diálogo diretamente com Ele. Há um mistério aqui. Ele é o poder de Deus. Sempre foi em toda a história, nos tempos de Jesus, nos tempos dos apóstolos, da reforma e ainda hoje nos nossos tempos. Mas incrivelmente não se lê em nenhum lugar sobre alguém conversando com o Espírito Santo, talvez porque assim deve ser.
Jesus Cristo nos ensinou a orar. Pai nosso que estas no céu... Nós fazemos confusão, mas a bíblia é claro. Nós oramos, pedimos, suplicamos a Deus, em nome de Jesus que nos comprou. E é o Espírito Santo quem realiza. É assim que Deus constituiu a hierarquia espiritual.
Bom se nós não deveríamos nos dirigir diretamente ao Espírito Santo, muito menos dar ordem a Ele. Seria o mesmo que dizer ao dono de uma grande multinacional, um grande empreendedor, o homem que faz a empresa crescer: trabalha! faz esta empresa crescer! Age, organiza, se move. É o contrario, Ele é o maior interessado em fazer esta obra crescer, em fazer grandes coisas a favor da igreja. Se a coisa nãos está acontecendo é inútil dar ordem e Ele. Algo está errado com a igreja, com os líderes ou com a visão da igreja. Não é o Espírito que precisa ser motivado pra fazer algo. É o povo que precisa mudar de mentalidade.
Não culpo os pastores e líderes de louvor quando se dirigem diretamente ao Espírito Santo dizendo: vem ES, enche os nossos corações com a tua presença... vem ES enche este lugar... Eu fiz isso por muitos anos.
Sabe por que? fazendo assim trás a ideia de que ele vai fazer mesmo, a final estamos pedindo diretamente pra Ele, o poder de Deus, aquele que ressuscita os os mortos, que dá vida ao vale de ossos secos, mas o que temos que fazer é confiar que pedindo a Deus como Jesus nos ensinou, da mesma forma o Espírito Santo vai fazer. Temos que confiar, peça a Deus, fale com Deus, O Espírito Santo VAI fazer da mesma forma. Nós temos a mania de tentar dar um jeitinho brasileiro, criar um atalho, mas nos esquecemos que na hierarquia de Deus. É Ele quem ordena todas as coisas, o filho opera através do Espírito Santo. Mas uma vez eu repito, esquece o que o autor do livro te disse a respeito do Espírito Santo, confie na palavra, confie em Deus, obedeça a palavra de Deus, ande no seu caminho, faça a sua vontade. Ame a palavra de Deus, seja uma testemunha Sua, dedique a sua vida a Deus, viva pra Ele, e tudo o que você pedir ao pai Ele fará. Então sem mais nenhum outro comando e Espírito Consolador vai intervir na sua vida abundantemente. CONFIE, mesmo que a palavra Espirito Santo seja na nossa boca mais agradável de dizer, seja bíblico e diga: Pai, eu preciso de Ti, enche o meu coração com o Teu Espírito, que o teu Espírito possa trazer direção na minha vida, que o Teu Espírito possa mudar a minha vida, agir no meu casamento, Senhor Deus, que através do teu poder em nome de Jesus a tua igreja possa viver um verdadeiro avivamento. Eu confio plenamente em Tí, Senhor, sei que tudo podes em nome de Jesus. Amém.

A igreja, a medida que foi deixando de lado a palavra de Deus, foi assumindo conceitos errados e heresias. Foi se apegando a outras coisas na tentativa de suprir a falta do poder de Deus que acompanha a pregação da palavra de Deus. Não há mais poder, então se cria uma situação que pareça mover de Deus. Dentro disso se coloca um monte de coisas do tipo, muito barulho e muita manifestação da alma.
Nestas últimas décadas, a maioria das igrejas começaram a dar mais tempo pro louvor, começaram a depender mais do louvor. Quem não ouviu falar, ou não presenciou a seguinte cena:
O ministro de louvor começa a aumentar o tempo de adoração e começa a ministrar cura entre outras coisas e vai se estendendo o tempo até que toma quase todo o período do culto. O pastor pega o microfone e diz. Pra mim o culto hoje poderia acabar aqui porque Deus já fez coisas sobrenaturais neste lugar no momento do louvor. Prega alguns poucos minutos e encerra o culto. Isto é terrível. Nada pode substituir a pregação da palavra de Deus. Nada. Nem o louvor.
Há lugares e que propositalmente o período do louvor excede em muito o tempo da palavra de Deus. Porque o pastor entende que o louvor é quase mais importante que a pregação. Ele prega durante pouco mais de vinte minutos e encerra o culto. Durante este louvor que é considerado sobre-Natural, acontecem muitas manifestações que levam a igreja e o pastor a reconhecerem a sua importância como sendo igual ou maior que a pregação. Depende de que tipo de pregação é feita nesta igreja. Porque se é feita da forma como pregavam, Pedro, Paulo, Felipe e outros apóstolos e diáconos com certeza as pessoas estariam com grande expectativa em seus corações esperando com ansiedade o momento mais importante do culto onde a palavra de Deus seria aberta. E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. Todos sabemos que Jesus Cristo é o verbo, é a palavra que trás libertação. È a palavra que gera fé nos nossos corações.
Sobre a importância do louvor e como fazê-lo de forma correta eu vou abordar mais adiante.
Fico imaginando Jesus reunindo os seus fieis para começar o culto. Ele fica ali em baixo na primeira fila enquanto o ministro de louvor começa o culto. O grupo de louvor começa a primeira música de celebração levando toda a igreja a saltar e gritar de jubilo. Depois vem o momento de adoração então os apóstolos começam a cantar uma canção muito linda. “Te louvarei, te adorarei...” algumas pessoas levantas as suas mãos em adoração, outras começam a dançar em espírito, outras a rir sem parar e assim, se presencia uma unção tremenda. Quando Jesus pega o microfone pra pregar ele diz: “nossa, que unção, hoje o Espírito Santo vai fazer obras poderosas em nosso meio”
Nada disso meu irmão, Jesus não tinha um grupo de louvor, não havia um ministro de louvor. Ele era um homem cheio do Espírito Santo. Pregava com sabedoria e unção, curava, libertava os oprimidos e cativos, fazia grandes milagres. Multidões o seguiam. Jesus fez tantos prodígios que nem todos os livros do mundo poderiam se escritos. Mas o poder que o seguia era proveniente de alguns fatores importantes. Em primeiro lugar ele tinha um chamado, era um homem separado, consagrado, que buscava a consagração diariamente. Vivia uma vida inteiramente pra Deus, respirava o reino do pai desde o amanhecer até ao anoitecer. Foi selado e batizado com o Espírito Santo. Foi provado e aprovado. Era um homem que tinha profunda comunhão com Deus o Pai e com o Espírito Santo. Mesmo sem se referir diretamente ao Espírito Santo. Ele orava ao pai, mas era o Espírito Santo que realizava todas as coisas. É sempre o Espírito Santo quem faz, quem se move no meio da igreja, quem opera maravilhas. Jesus nunca dependeu de um momento de louvor pra trazer unção na hora da pregação. Pelo contrário era no momento da pregação que o poder era manifestado.
Se você der uma investigada no novo testamente sobre o momento de adoração vai descobrir que é mencionado muito discretamente. Raramente se encontra alguma referencia sobre cantar, adorar ou celebrar.
No velho testamento encontramos várias referencias que na maioria dos casos é pra ser descartadas como modelo de adoração. Incensos, fumaça e sacrifícios de animais por exemplo que eram exemplos de adoração hoje não serve mais. O que podemos pegar como referencia é, por exemplo, os momentos de celebrações, danças e festas que os judeus faziam quando estavam comemorando alguma vitória. Os salmos de Davi, por exemplo, grande parte deles não são salmos de adoração. Em alguns salmos ele adora, em outros ele suplica, murmura, fica indignado, promete que vai adorar, adverte a sua alma de adorar ao Senhor etc. nem todos os salmos são adoração direta a Deus. Havia canções em que ele contava os grandes feitos de Deus.
Muitas vezes nós pensamos que estamos adorando mas no fundo estamos nos emocionando com uma linda canção que está apenas dizendo: te adorarei, te bendirei, celebrarei o teu santo nome. Isso é lindo, mas Deus fica ali diante de nos dizendo: então adora meu filho, deixe de prometer e vamos praticar, adora, faz o que você está dizendo nesta canção. Adora.
                Na igreja há cânticos de agradecimento e isto sim é maravilhoso, há cânticos de celebração do tipo que festeja as grandes obras que Deus tem feito em nosso meio, há os cânticos de adoração direta e a algumas canções que sinceramente é muito boa pra ouvir no carro ou em casa, mas não deveria ser cantadas no momento do louvor congregacional. “Perto quero estar” “te adorarei, te louvarei” são frases que afirmam uma vontade, um desejo e é muito importante mas seria melhor então em vez de dizer quero estar perto e te adorar, fazê-lo de fato.
                É importante saber que a adoração através de cânticos não é a forma de adoração mais importante. Em primeiro lugar vem a adoração da contrição, o prostrar-se diante de Deus rasgando o seu coração diante dEle. Entregar a Ele a autoridade e domínio sobre a tua vida como forma de adoração, ofertar a tua vida a ele, o teu tempo. Todas as coisas você pode consagrar a ele em adoração. Adorá-lo com ofertas, adorá-lo através da obediência, da santificação, do bom testemunho, da renuncia do pecado. Adora-lo em oração, com o rosto prostrado ao Senhor.
                Precisamos estudar mais sobre adoração especialmente no novo testamento. Descobrir o que realmente é adoração. Como adorar. Como os discípulos adoravam, como as primeiras igrejas realizavam este momento de adoração. Parar um pouco de inventar coisas estranhas. Cuidar, prestar atenção ao tipo de música que estamos cantando. Muitas vezes você intercepta uma pessoa com os olhos fechados e os braços abertos adorando de forma tão profundo e quando você para pra ouvir o que a letra diz, percebe que na realidade a pessoa não estava de fato adorando porque a letra não estava dizendo nada de importante. Mas a pessoa não estava nem prestando atenção. Era a melodia da música, os arranjos musicais, a ministração do líder de louvor. Toda essa atmosfera pode até confundir e a pessoa pensar que está adorando. Um homem comum ouvindo uma música romântica as vezes começa a chorar e logo depois percebe que nem sabia porque estava chorando. A música tem esse poder na alma das pessoas. Por isso é muito importante adorar com música que realmente falam da palavra de Deus, ou que adoram de fato.

O poder na adoração ou na canção depende do conteúdo da música. Se ela exalta a Deus, e o cordeiro de Deus, se ela fala da salvação, morte e ressurreição de Jesus, vitória na cruz, vitória sobre o pecado, novo nascimento, perdão e arrependimento, se fala da volta de Jesus e do seu reino, então esta canção terá uma unção sobrenatural no verdadeiro sentido da palavra.

CONTINUA......

domenica 18 novembre 2012

Teaser do DVD Maestah - The Pilgrim




Publicado em 07/11/2012
Ola pessoal, Vcs que vem acompanhando a gente nestes últimos tempos sabe que estamos investindo fortemente na banda MAESTAH, primeiro gravamos a Single " The Pilgrim" depois finalizamos o primeiro Official vídeo Clip, abrimos o show do Petra em Curitiba e agora estamos entrando em Studio pra gravar o Cd Full, e para ajudar nas questões financeiras da gravação, confeccionamos
o DVD contendo uma entrevista, o vídeo clip Official disponibilizado também na net, um vídeo clip inédito gravado no show do ( Petra 40 ano)s e o Making Off da entrevista.... (Assista o teaser do DVD) Também estamos disponibilizando a Single autografada, camisetas da banda, O vale "CD da The Pilgrim" e o cd que gravei na italia (Seven Horizons) Deus abençoe a todos que já tem nos ajudado. Todo o nosso trabalho não tem sido em vão. Estamos atingindo o alvo, a mais, estamos em tratativa com uma gravadora que já se disponibilizou pra fazer prensagem dos nossos cds e a maester no exterior. Nos ajudem a alavancar esta grande ferramenta que vai abençoar milhares de jovens em todo o Brasil.

banco itaú

agência 7454
c/c 07274-0
Celso de Freyn
_________________________________
http://www.youtube.com/BandaMaestah
http://www.facebook.com/BandaMaestah

maestah@hotmail.com - banda

contatomsl@hotmail.com - celso

Maestah - The Pilgrim (Official Music Video)




Formada em Curitiba/PR o MAESTAH surgiu da união de amigos que tinham as mesmas idéias e propósitos musicais. A característica musical da banda é o prog metal influenciado por bandas como; SYMPHONY X, EVERGREY, DREAM THEATER e METÁLICA, sempre mesclando técnica e peso. O nome da banda é uma adaptação da palavra 'maestá', que significa 'majestade'.
Este ano o MAESTAH gravou seu preimeiro trabalho, um single intitulado "The Pilgrim" que a banda disponibilizou para download em seu site.

No dia 26 de outubro/2012 a banda lançou o seu primeiro  
(Official Music Video) "The Pilgrim"



Formação:
Celso de Freyn (Vocal)
Eduardo Pieczarka (Baixo)
Léo Carvalho (Teclado)
Lucas Santana (Guitarra)
Marlom Roberto (Bateria)

Leia mais: http://metal4jesuszinebr.webnode.com/news/maestah/

giovedì 6 settembre 2012

The Pilgrim - MaestaH - News

 
Ola galera! valeu pela divulgação da Maestah!
Estamos contentes com a repercussão.
O pessoal ta gostando muito.
Estamos andando a todo vapor, preste a abrir um mega show como o do Petra!
Compondo e já negociando com o mesmo produtor que
gravou a "The pilgrim" Queremos manter o mesmo padrão de qualidade apresentado nesta musica, mesmo que pra isto teremos que investir alto.
Ta pintando! vários contatos para shows... Já fizemos os takes das imagens do video-clipe oficial, que está em edição. Estamos fechando com o Studio pra começar a gravação do CD FULL o mais rápido possível.
A partir da semana que vem teremos também as camisetas a pronta entrega.
Valeu galera! continuem orando por este ministério e divulgando. God bless you!
 

venerdì 31 agosto 2012

The Pilgrim - MaestaH



Teaser da música "The Pilgrim", da banda MaestaH, idealizado por um de nossos parceiros. O mesmo traz trechos do filme "O Livro de Eli"

A MaestaH lançou neste mês seu Single entitulado "The Pilgrim".
A banda Curitibana faz um heavy metal p...
rogressivo, com influência de bandas como Symphony X, Evergrey, Dream Theater, Metallica, Pantera, mescla técnica e peso, em destaque o vocalista Celso D´Freyn (ex-Stauros) mostra um vocal com muito peso a lá Russel Allen neste novo trabalho.
Celso foi vocalista do Stauros na sua primeira e mais clássica formação onde gravou o disco "O sentido da vida" considerado um dos melhores discos nacionais de metal cristão de todos os tempos.

Nos ajude a divulgar este projeto. Fazendo assim você estará contribuindo para este ministério crescer! o objetivo da banda Maestah é levar o evangelho a todas as tribos através do nosso som!


Contatos para shows

YouTube: BandaMaestaH

maestah@hotmail.com

facebook.com/bandamaestah

Twitter:@maestah